domingo, 15 de maio de 2011

Um dia você aprende que...

"Depois de algum tempo você aprende a diferença,
a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se,
e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos
e presentes não são promessas.
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida
e olhos adiante, com a graça de um adulto
e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje,
porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos,
e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima
se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe,
algumas pessoas simplesmente não se importam...
E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa,
ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para se construir confiança
e apenas segundos para destruí-la,
e que você pode fazer coisas em um instante,
das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer
mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida,
mas quem você é na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos
se compreendemos que os amigos mudam,
percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa,
ou nada, e terem bons momentos juntos.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida
são tomadas de você muito depressa,
por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos
com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós,
mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros,
mas com o melhor que você mesmo pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser,
e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo,
mas se você não sabe para onde está indo,
qualquer lugar serve.
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão,
e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade,
pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação,
sempre existem dois lados.
Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer,
enfrentando as conseqüências.
Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute
quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.
Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência
que se teve e o que você aprendeu com elas
do que com quantos aniversários você celebrou.
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens,
poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia
se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva,
mas isso não lhe dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer
que ame, não significa que esse alguém não o ama,
pois existem pessoas que nos amam,
mas simplesmente não sabem como demonstrar isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém,
algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga,
você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido,
o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.
Portanto,plante seu jardim e decore sua alma,
ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar...
que realmente é forte, e que pode ir muito mais
longe depois de pensar que não se pode mais.
E que realmente a vida tem valor
e que você tem valor diante da vida!
Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem
que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar."

(William Shakespeare)

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Mês de Maio

Azul do céu brilhou
É mês de maio, enfim chegou
Olhos vão se abrir, pra tanta cor
É mês de maio
a vida tem seu esplendor.

A luz do sol entrou
Pela janela e convidou
Pra tarde tão bela, e sem calor
É mês de maio
saio e vou ver o sol se pôr.

Horizonte, de aquarela,
que ninguém jamais pintou
E um enxame, de estrelas,
diz que o dia terminou.

Noite nem se firmou
E a lua cheia, já clareou
Sombras podem vir, façam favor
É mês de maio, é tempo de ser sonhador

Quem não se enamorou
No mês de maio, bem que tentou
E quem não tiver, ainda amor
Dos solitários, o mês de maio é o protetor

Boa terra, velha esfera,
que nos leva aonde for
Pro futuro, quem nos dera,
que te dessem mais valor.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Permacultura no corAção!

Paródia da música "Asa Branca"
Autoria: Lúcia Moura, Fernanda Arouca e Isis Ribeiro



Quando olhei a terra ardendo
Procurei uma solução
Eu pergunte-ei ao Deus do céu ai
Por que tamanha destruição?

Que braseiro! Que fornalha!
Nenhum pé de plantação
Peguei com isso 12 princípios
E aplique-ei nesse meu chão.

Observe e interaja
utilize os padrões
Então integre e não segregue
Lenta e pequenas soluções.

Use o encanto dos teus olhos
Pro design e criação
Eu te asseguro diversidade
Policultura, Bioconstrução.

Não produza desperdício
Compartilhe com o irmão
Use as bordas, curva de nível
em um terreno de inclinação.

Quando soube por Fernanda
sobre um tal de PDC
não perdi tempo e fui correndo
minha inscrição eu fui fazer.

Que viagem! Que gandaia!
Com os meninos no busão
Então cheguei em Rio de Contas
e aviste-ei um galerão

Albertinho e a Janete
Que boa recepção
Além de Flor e a família
Sem esquecer seu belo pão.
(E tem também Davi e Sol
Com suas crianças que lindas são.)

Olha quanto aprendizado
Que vieram nos trazer
Tem o Felipe enciclopédia
Com a OPA e o IPB.

Dentro de uma semana
Dias de transformação
Volto pra casa mas eu carrego
Permacultura no corAção!

domingo, 1 de agosto de 2010

Final dos Tempos

ONDE MEU AMIGO QUE A GENTE VAI PARAR?
ATÉ PARECE QUE VAI SE ACABAR O MUNDO
A LUTA DOS SEM-TERRAS QUERENDO O SEU CHÃO
A PROSTITUIÇÃO DE CRIANÇAS PELAS RUAS
A GUERRA PELO MUNDO
E EU A ME PERGUNTAR
ONDE É QUE É QUE ESSE MUNDO VAI PARAR?

QUANDO É MEU AMIGO QUE A GENTE VAI CRESCER?
E EVITAR DE VEZ OS ERROS DO PASSADO
VIVER UMA NAÇÃO
UM MUNDO SEM FRONTEIRAS
FALANDO A MESMA LINGUA
TENDO A MESMA BANDEIRA
QUANDO É MEU AMIGO QUE A GENTE VAI SE ENVERGONHAR
ONDE É QUE É QUE ESSE MUNDO VAI PARAR?

DIGA MEU AMIGO ONDE FICA O PARAISO
QUE TUDO É BELO LINDO E MARAVILHOSO
QUE O POVO É FELIZ
BONITO, ALIMENTADO
QUE OS VELHOS VIVEM BEM
TODO MUNDO PERFUMADO
E LÁ NÃO TEM ENCHENTE E SECA PARA ATRAPALHAR
ONDE É QUE É QUE ESSE MUNDO VAI PARAR?

SE TUDO DEPENDE DE NÓS
VOCÊ NÃO VAI FICAR AI PARADO
NOSSA ARMA É O AMOR É A NOSSA VOZ
PRA FAZER UM MUNDO NOVO ESQUECENDO O PASSADO

SE TUDO DEPENDE DE NÓS
EU NÃO CONSIGO DORMIR SOSSEGADO
SE TEM GENTE COM FOME COM FRIO SEM NADA
TEM OUTROS COM TUDO E MUITO PRA NADA

AJUDA TEU IRMÃO
NEM QUE SEJA COM POUCO
POIS O POUCO COM DEUS É MUITO
E O MUITO SEM DEUS É NADA.

(Chico Pessoa)

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Folhas da minha árvore

Todo dia é dia de ser amigo
Po isso, todo dia é Dia do amigo!

"Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras vemos apenas entre um passo e outro.

A todas elas chamamos de amigo.
Há muitos tipos de amigos.
Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.
O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe. Mostram o que é ter vida.

Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.
Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem.

Mas o tempo nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar os nossos caminhos. Muitos desses denominamos amigos do peito, do coração. São sinceros, verdadeiros; sabem quando não estamos bem e sabem o que nos faz feliz.

As vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então é chamado de amigo namorado. Este dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés...

Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Estes costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.

Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.

O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdem algumas de nossas folhas. Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações.
Mas o que nos deixa mais feliz é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria. Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam o nosso caminho.

Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós. Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada.
Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e é a prova quase evidente de que duas almas não se encontram por acaso.

Desejo a todos vocês, folhas da minha árvore, Paz, Amor, Saúde... Hoje e Sempre!"

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Ruedas dentadas

Porque será que existe desigualdade, dominância e exploração entre os homens?
Será que vale a pena guerrear, derrubar e explorar o outro para conseguir meros títulos e dinheiro? O dinheiro é tão importante assim?
É isso que nos traz felicidade?

Ou será que vale mais fazer o bem e semear a paz?
Que tal largar as futilidades terráqueas, buscar a verdadeira felicidade e nos reunirmos como "ruedas dentadas"? (veja o vídeo abaixo para entender melhor)

Não é fácil mas é simples: é preciso "amar ao próximo como a si mesmo".

Ruedas dentadas:
video

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Raiz do bem



Raiz: é o órgão da planta responsável pela fixação ao solo, pela absorção de água e nutrientes e pela sustentação da plantas. Além disso, algumas raízes são comestíveis como a cenoura, a mandioca, batata-doce...
Mas o que isso tem a ver comigo e com esse blog?

Assim como uma planta, o ser humano nasce, cresce, reproduz e morre.
Não temos clorofila mas assim como uma árvore, nós temos uma raiz, que nos firma e nos sustenta nessa terra, permitindo nosso crescimento. Que raiz é essa? Cada um pode responder pela sua.

Raiz é a base
de toda construção,
sustenta o crescimento
de cada coração.

Na hora de colocar o nome no blog eu tava sem criatividade, pensei em "flor do bem" por causa de uma música mas não consegui. Como eu queria colocar algum nome relacionado com natureza e tava com uma música na cabeça que tem a palavra raiz decidi colocar esse nome mesmo: Raiz do bem pois quero absorver o bem presente na natureza e transportá-lo às flores, que podem fazer brotar um sorriso, e também aos frutos, que servem a alguém, levando o bem além!



"Segura tua raiz e pede a Deus que ela nunca se gaste."